Primeiro-Ministro assinala «capacidade de inspirar os outros» de José Saramago

Saber | Música
  • Data

    17.11.22

O Primeiro-Ministro António Costa e o Ministro da Cultura, Pedro Adão e Silva, assinalaram o centenário do nascimento do escritor José Saramago, que recebeu o Prémio Nobel da Literatura em 1998.

A presença do Primeiro-Ministro e de membros do Governo nas comemorações começaram com a visita à exposição «Porquê – a arte contemporânea em diálogo com José Saramago». No Museu Nacional de Arte Contemporânea, em Lisboa.

António Costa referiu que «José Saramago faz cem anos, mas as suas histórias foram muito mais do que cem anos. Espero que alguém esteja daqui a cem anos a continuar a relembrar as palavras de José Saramago, que se multiplicaram em expressões» artísticas diversas.

Leia, aqui, o artigo na íntegra.

Fonte: Portugal.gov.pt

Veja Também