Manuel Claro pede exoneração do cargo de Film Comissioner

Saber | Cinema
  • Data

    12.09.22

O Ministério da Cultura informa que Manuel Claro solicitou a exoneração das suas funções enquanto diretor da Portugal Film Comission (PFC), por motivos de ordem pessoal. Esta exoneração tem efeitos a partir do próximo dia 12 de setembro.

A PFC é uma estrutura de missão sob tutela conjunta dos Ministérios da Cultura e da Economia. Criada em maio de 2019 com um mandato de três anos (que terminava em maio último), manter-se-á em funcionamento até ao final de 2022, por decisão do Governo. A direção executiva da PFC mantém-se a cargo de Sandra Neves.

Veja Também