Documentário “A Fajã Onde o Tempo não Mora” vence Prémio “Ayres d´Aguiar”

Saber | Prémios
  • Data

    28.02.22

A Secretaria Regional da Cultura, da Ciência e Transição Digital, através da Direção Regional da Cultura (DRC), atribuiu o Prémio Regional de Cinema e Audiovisual “Ayres d’Aguiar” ao filme “A Fajã Onde o Tempo Não Mora”, realizado e produzido por Sara Leal.

Estreado no Azores Fringe Festival 2020, o documentário “A Fajã Onde o Tempo Não Mora/A Place in Time”, retrata o património natural, material e imaterial da Fajã de Santo Cristo, na ilha de São Jorge, Açores.

O júri deliberou conceder uma menção honrosa ao documentário “Quarto Sem Residência”, da autoria de Tiago Melo Bento.

O Prémio de Cinema e Audiovisual “Ayres d’Aguiar”, instituído pelo Governo dos Açores em 2015, segundo a Resolução do Conselho de Governo, n.º 143/2015, de 16 de setembro, destina-se a galardoar, com carácter bienal, nos anos ímpares, os cineastas regionais e a valorizar a atividade cultural regional no domínio do cinema e audiovisual nas suas várias categorias.

Fonte: Governo dos Açores

Veja Também