Prémio Gulbenkian Património – Maria Tereza e Vasco Vilalva

Saber | Património
©Gulbenkian
  • Data

    06.12.21

Estão abertas as candidaturas ao Prémio Gulbenkian Património – Maria Tereza e Vasco Vilalva, no valor de 50 mil euros, que distingue projetos de excelência na área da conservação, recuperação, valorização ou divulgação do património português, imóvel ou móvel.

Em homenagem a Vasco Vilalva, mecenas a quem o país muito deve na área da recuperação e da valorização do património, a Fundação Calouste Gulbenkian decidiu criar um prémio anual com o seu nome, atribuído pela primeira vez em 2007, destinado a assinalar intervenções exemplares em bens móveis ou imóveis de valor cultural que estimulem a preservação e a recuperação do património. Após a morte da Condessa de Vilalva, em 2017, o Prémio recebeu o nome de Maria Tereza e Vasco Vilalva.

O Prémio Vilalva foi criado pelo Serviço de Belas Artes da Fundação Calouste Gulbenkian, em 2005. É um prémio anual destinado a distinguir uma intervenção de excelência na área da conservação, recuperação, valorização ou divulgação do património cultural português, imóvel ou móvel.

Saber mais: Gulbenkian

Veja Também