Prémio Saramago passa a distinguir obras inéditas

Saber | Prémios
  • Data

    25.11.21

O Prémio Literário José Saramago vai passar a contemplar obras de ficção inéditas de autores até aos 40 anos, aumentar o valor a atribuir em 15 mil euros, e garantir a publicação e distribuição do livro vencedor pela lusofonia.

Assim, a próxima edição, que se realizará em 2022, terá como jurados José Luís Peixoto, Gonçalo M. Tavares, Valter Hugo Mãe, João Tordo e Bruno Vieira Amaral.

O Prémio Literário José Saramago foi instituído para celebrar a atribuição do Prémio Nobel da Literatura de 1998 ao autor de “Memorial do Convento”, visando jovens autores, cuja primeira edição tivesse sido publicada num país da lusofonia.

Fonte: LUSA

Veja Também