Assinatura contrato concessão do Mosteiro de Rendufe

Saber | Património
©DRCN
  • Data

    13.08.21

Foi assinado no dia 12 de agosto, na Casa Allen (Porto), o contrato de concessão de exploração do Mosteiro de Rendufe, no âmbito do Programa Revive.

O contrato, válido por um período de 50 anos, foi assinado entre a Direção-Geral do Tesouro e Finanças e a Direção Regional de Cultura do Norte, enquanto entidades concedentes, e a empresa Principal Segmento, Lda, vencedora do concurso de exploração do Mosteiro de Rendufe.

A concessão da exploração do imóvel prevê a realização de obras, incluindo de infraestruturas, e posterior exploração para fins turísticos, como estabelecimento hoteleiro, nos termos da legislação em vigor.

Lançado em 2016, o programa de reabilitação e valorização de património do Estado (Revive Património e Revive Natureza) é uma iniciativa conjunta dos ministérios da Economia, da Cultura e das Finanças que pretende recuperar imóveis que se encontrem devolutos ou em mau estado de conservação, que não tenham potencial para serem adaptados para fins de habitação, permitindo que neles se desenvolvam projetos turísticos com recurso a investimento público e privado.

Fonte: DRCN

Veja Também