Apresentação Coleção Arte Contemporânea do Estado

Saber | Cultura
©João Bica
  • Data

    14.07.21

A Ministra da Cultura, Graça Fonseca, presidiu, no dia 13 de julho, à sessão de apresentação pública das obras adquiridas em 2021 no âmbito da Comissão para a Aquisição de Arte Contemporânea relativa ao biénio 2021/2022.

Na cerimónia de apresentação das 73 novas obras de arte, de pintura, desenho, escultura, fotografia e vídeo, que decorreu no Palácio da Ajuda, em Lisboa, a Ministra salientou que o investimento em aquisições tem sido reforçado "todos os anos", começando com 300 mil euros em 2019 e atingindo os 650 mil euros em 2021.

Este ano, foram adquiridas obras de artistas como Salomé Lamas, Francisco Vidal, Mónica de Miranda, Jorge Molder, André Cepeda, Bárbara Assis Pacheco, Carlos Noronha Feio, Diana Policarpo, Gabriela Albergaria, Joana Escoval, José Pedro Cortes, Kiluanji Kia Henda, Nikolai Nekh, Oficina Arara, Ricardo Jacinto, Sara Bichão e Tomás Cunha Ferreira.

A Coleção de Arte Contemporânea do Estado foi iniciada em 1976 e está dispersa por vários organismos públicos, culturais e não culturais, contando com obras de artistas portugueses e estrangeiros.

Saber mais: Portugal.gov.pt

Fonte: Portugal.gov.pt

Veja Também