NOVE OBRAS PREMIADAS PELA ACADEMIA PORTUGUESA DA HISTÓRIA

Saber | Prémios
  • Data

    19.11.20

A Academia Portuguesa da História premiou nove obras nomeadamente "Os Intelectuais em Portugal na Idade Média. O Retrato das suas Maiores Figuras, de Santo António a Gil Vicente”, de Armando Norte distinguida com o Prémio CTT-D. Manuel I, no valor de 2.000 euros.

Os Prémios Fundação Gulbenkian, divididos em três áreas, todos com o valor de 2.000 euros, distinguiram a obra “Identidad Insular y Espacio Atlántico. Portugal y Tenerife en Tiempos da la Unión Ibérica”, de Javier Luis Álvarez Santos, em História da Presença Portuguesa no Mundo, a obra “Repensar Portugal e a Ideia de Europa. Pensamento Contemporâneo”, de Isabel Baltazar, em História da Europa, e “Sinais de Vida. Cartas da Guerra 1961-1974”, de Joana Pontes, em História Moderna e Contemporânea de Portugal.

As obras “Templários em Portugal. Homens de Religião e de Guerra”, de Paula Pinto Costa, com a chancela da Manuscrito, e “Virgínia Victorino. Vida e Obra”, de Jorge Pereira Sampaio, editada pela Câmara de Alcobaça, venceram ‘ex-aequo’ o Prémio Fundação Engenheiro António de Almeida – Joaquim Veríssimo Serrão, e partilham os 2.500 euros do seu valor pecuniário.

O Prémio Augusto Botelho da Costa Veiga, com o valor de 750 euros, distinguiu João Luís Cardoso pelo título “Outeiro Redondo – Sesimbra. Escavações 2005-2016”, publicado pela Câmara de Sesimbra.

A obra “Vestidos de Caridade: Assistência, pobreza e indumentária na Idade Moderna. O caso da Misericórdia de Braga”, saída pelas Edições Húmus, venceu o Prémio Lusitania História, no valor de 2.000 euros.

António dos Santos Pereira ganhou o Prémio EMEL – História dos Caminhos, Percursos e Mobilidade, no valor de 2.000 euros com o ensaio “Sobral de São Miguel: Vertentes do Património e da Comunidade Aldeã, na Asa da Estrela, a Meio de Portugal”, editado pela Câmara da Covilhã.

O vencedor do Prémio Pina Manique-Do Iluminismo à Revolução, criado este ano pela Academia, será divulgado na próxima semana pela APH.

A cerimónia de entrega dos prémios terá lugar no dia 9 de dezembro, pelas 15h00, no Palácio dos Lilases, em Lisboa.

Fonte: APH

Veja Também