Coimbra inaugura Centro de Arte Contemporânea

Saber | Artes
  • Data

    24.06.20

No dia 4 de julho de 2020 será inaugurado o novo Centro de Arte Contemporânea de Coimbra, na data em que se celebra o Dia da Cidade de Coimbra e feriado municipal, numa cerimónia que contará com a presença da Ministra da Cultura, Graça Fonseca, e do Presidente da Câmara Municipal de Coimbra, Manuel Machado.

O protocolo já assinado entre a Direção Geral do Património Cultural e a Câmara Municipal de Coimbra, prevê a cedência das obras pelo prazo de 25 anos, podendo ser renovado por acordo das partes por igual período.

No total são 193 obras da Coleção de Arte Contemporânea do Estado, fundamentalmente de artistas portugueses, de várias épocas e gerações que ficarão no Centro de Arte Contemporânea de Coimbra.

Este novo equipamento cultural de gestão municipal está instalado num edifício junto ao Arco de Almedina, na Baixa de Coimbra e resulta de um trabalho conjunto entre o Ministério da Cultura, e a Câmara Municipal de Coimbra.

A coleção inclui obras de artistas consagrados como Paula Rego, Amadeo de Souza-Cardoso, Mário Cesariny, Rui Chafes, Eduardo Batarda e António Dacosta. João Pedro Vale, Vasco Araújo, Eduardo Nery, João Penalva, Nadir Afonso, Eduardo Batarda, António Sena, José Pedro Croft, Nikias Skapinakis, João Penalva, Pedro Casqueiro e Carlos Calvet também estão representados neste acervo.

 

Veja Também