Cultura desenvolve plataforma

Saber | Cultura
©Pexels
  • Data

    24.03.20

A Ministra da Cultura, Graça Fonseca, anunciou que está a ser desenvolvida uma “plataforma inédita” para que empresas e entidades públicas e privadas façam um “investimento direto e imediato” em projetos artísticos.

Em declarações à agência Lusa, a Ministra referiu que “este é um tempo que pode ser muito transformador na forma como o país se relaciona com a Cultura e com as Artes. Queremos estruturar e remunerar este movimento de artistas que nos têm estado a oferecer música, teatro, animação, mas de uma forma voluntária e não remunerada”, através de atuações na Internet, por exemplo. O objetivo desta plataforma inédita passa por “ligar entidades e artistas, resultando num investimento direto e imediato de empresas públicas e privadas em projetos artísticos futuros”.

“É transformar a relação que as entidades privadas têm com a criação e os criadores. Não é numa lógica nem de subsídio nem de mecenato. É potenciar aquilo que algumas empresas já fazem, nomeadamente associando-se a eventos, como festivais de música, ou adquirindo obras de arte contemporânea.”

Numa mensagem ontem divulgada, Graça Fonseca lembrou que a arte tem o “poder extraordinário de nos unir e, em particular, como temos testemunhado, de nos apoiar em momentos como este de ausência de normalidade social, apontando caminhos de futuro.” “Este é um momento transformativo na relação do país com a cultura. Imaginem o que seria passar por esta situação de epidemia global sem música, sem filmes, sem livros, sem teatro (temporariamente em canais digitais), sem tudo o que a arte nos oferece.”

Fonte: Culturacovid19 

Veja Também