David Santos será o Curador da Coleção de Arte do Estado

Saber | Artes
  • Data

    18.02.20

Concluídas as ações de conferência e de revisão do inventário da Coleção de Arte do Estado e reportadas as suas conclusões ao Ministério Público, surge o momento para dar um novo passo no desenvolvimento de uma estratégia pública para a arte contemporânea, com a nomeação de David Santos como Curador da Coleção de Arte do Estado.

Historiador, com um doutoramento em Arte Contemporânea pelo Colégio das Artes da Universidade de Coimbra, foi desde 2016 Subdiretor Geral do Património Cultural e exerceu, antes disso, o cargo de Diretor do Museu Nacional de Arte Contemporânea – Museu do Chiado. Compete-lhe agora, no âmbito das suas funções como Curador, apresentar uma proposta de programação e circulação para a referida Coleção, trabalhando com a Comissão para a Aquisição de Arte Contemporânea para dar seguimento à politica de aquisições retomada em 2019, após quase duas décadas de interrupção. No âmbito dessa política de aquisições, foi já este ano anunciada a integração da coleção das obras de arte do BPN na Coleção do Estado.

David Santos deverá também, em estreita articulação com a Direção Geral do Património Cultural, trabalhar na adoção de soluções de modernização tecnológica para a inventariação e gestão da Coleção, nomeadamente para a sua disponibilização online, bem como efetuar uma avaliação dos protocolos existentes e uma proposta de atualização dos mesmos.    

O Curador deverá iniciar funções durante o próximo mês de março de 2020.

Fonte: Cultura

Veja Também