Estudo de Públicos do Museu Nacional de Etnologia

Saber | Museus
©Museu Nacional de Etnologia
  • Data

    11.04.19

A Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) e o Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-IUL) do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL) apresentaram os resultados do Estudo de Públicos do Museu Nacional de Etnologia, que contou com o apoio mecenático da Fundação Millennium bcp e da ONI.

Os resultados agora apresentados respondem de forma detalhada à caraterização dos públicos do Museu Nacional de Etnologia: quem visita o museu? Qual a relação com o museu? Com quem visita? Qual a duração e as motivações da visita? Como se informaram sobre a visita? Que avaliações fazem do museu e da exposição? Quais as práticas culturais e motivações e frequência de visita a museus? Aos dados quantitativos acrescem as opiniões e sugestões que os visitantes deixaram no final da visita ao museu, uma abordagem qualitativa que constitui um dos contributos mais inovadores do estudo.

O Estudo de Públicos de Museus Nacionais é o primeiro estudo realizado no país que compreende uma amostra representativa (mais de 13.000 questionários validados), alargado no tempo (12 meses de recolha de informação) e nos museus abrangidos (14 museus nacionais), pretendendo-se que os resultados exaustivos do EPMN e a consequente caracterização aprofundada dos públicos venham a ser divulgados até ao final de 2019.

Saber mais: Estudo de Públicos do Museu Nacional de Etnologia

Fonte: DGPC

Veja Também