Casa-Museu Anastácio Gonçalves reabre após obras de requalificação

Saber | Museus
  • Data

    29.04.19

A Casa-Museu Anastácio Gonçalves (CMAG) reabre hoje ao público, após concretização de obras de requalificação.

Além de uma nova solução museográfica para a coleção de cerâmica, foi criado um núcleo dedicado à figura do médico-colecionador António Anastácio Gonçalves (1888-1965), bem como foram contemplados novos espaços de exposição e de reserva, e melhoradas as condições de acessibilidade à CMAG. 

As obras de valorização da CMAG resultam de um protocolo de apoio mecenático entre a Direção Geral do Património Cultural e a Edifício 41 – Promoção Imobiliária e Hotelaria, SA, no âmbito da intervenção da zona envolvente à construção da torre Edifício 41, em Picoas, inserida num plano urbanístico mais alargado da Câmara Municipal de Lisboa.

Afeta ao Museu Nacional de Arte Contemporânea-Museu do Chiado (MNAC-MC), a CMAG reúne cerca de 3000 obras de arte, nomeadamente, de cerâmica, pintura portuguesa e europeia, escultura, mobiliário e outros núcleos de Artes Decorativas. 

Veja Também