Águeda

Igreja de Trofa do Vouga

Monumentos | Património
© C.M. Águeda

A actual igreja matriz foi construída junto ao palácio dos senhores de Trofa, talvez aproveitando a capela particular dos Lemos como capela-mor da matriz. Esta capela deveria albergar os túmulos originais dos primeiros senhores da Trofa, que foram depois trasladados para as novas sepulturas que formam o panteão dos Lemos. A matriz da Trofa apresenta-se como um templo de tipologia chã, construído já no início do século XVII, de formas austeras e depuradas, com elementos decorativos de carácter flamengo. A fachada, dividida em dois registos, apresenta um portal rectangular simples rematado por entablamento, encimado por nicho com imagem quinhentista do Salvador. Ladeando o nicho, duas janelas rectangulares rematadas por entablamento, que iluminam o coro-alto do templo. 

Interiormente, o templo possui planta de nave única, coberta por abóbada de caixotões, coro-alto de madeira assente em colunas toscanas, púlpito de madeira do lado do Evangelho, e dois retábulos colaterais de talha. A capela-mor é coberta por abóbada de nervuras, com chaves decoradas com florões, excepto a central, que ostenta o escudo dos Lemos. Possuindo ao centro retábulo de talha com telas figurativas de temática franciscana, proveniente do extinto convento de Serém, a capela-mor foi o espaço escolhido para albergar o panteão da família Lemos.

Encomendado por D. Duarte de Lemos em 1534 este panteão mostra evidentes afinidades com o túmulo de D. Luís da Silveira, em Góis, sendo atribuída a sua autoria a João de Ruão. Aqui estão sepultados os antepassados do terceiro senhor da Trofa, em dois grupos tumulares, formados por dois arcos separados por pilastras e rematados por entablamento. Do lado do Evangelho estão os túmulos dos primeiros senhores da Trofa, Gomes Martins de Lemos e seu filho, João Gomes de Lemos, e as respectivas esposas, D. Maria de Azevedo e D. Violante de Sequeira, ficando os homens no arco mais próximo do altar. Do lado oposto, foi sepultada D. Joana de Melo, mulher do instituidor, e no arco junto do altar, foi edificada a arca tumular de D. Duarte de Lemos, com estátua orante. 

Fonte: DGPC

Águeda

Ver direções

Como chegar

R. Candeeiras 289, Trofa do Vouga

3750-790 - Águeda

 

Contacto
Telefone: (+351) 234 645 602

Veja Também