Inês Nepomuceno vence Prémio Design de Livro 2019

Saber | Prémios
  • Data

    05.09.19

A Direção Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB), decidiu, por unanimidade, atribuir o Prémio Design de Livro 2019, a Inês Nepomuceno – da esad-idea, pelo design do livro 751 – O tempo não consome a eternidade. Paulo Cunha e Silva por Helena Teixeira da Silva, publicado pela Câmara Municipal do Porto.

As Menções Honrosas foram atribuídas a Imprimere, arte e processo nos 250 anos da Imprensa Nacional, com design de Degrau Design Studio, publicado pela INCM; e Caldas 77 – IV Encontros Internacionais de Arte em Portugal, com design de Marco Balesteros (assistido por Pedro Sousa), publicado pela editora Ghost.

Sobre a obra vencedora, o júri, composto por Sofia Gonçalves, Vera Velez, Jorge Moreira e Mário Moura, salientou que "o livro revela um sentido inventivo de design, articulando nas suas escolhas formais e técnicas um objeto final económico nos meios, complexo na estrutura e delicado no resultado. O projeto apresenta uma organização exemplar que conduz bem a multiplicidade dos conteúdos: cartas, textos institucionais, posts, testemunhos, documentos, reproduções de obras de arte, um manifesto, uma nota metodológica, uma biografia. A escolha dos materiais, a adequação da gramagem do papel, as qualidades tácteis traduzem-se num objeto leve e flexível. Através destas opções projectuais, numa interpretação expressiva, mas discreta, constrói-se um retrato do homenageado que lhe serve de tema."

O júri, decidiu ainda distinguir, com vista à competição internacional Best Book Design From All Over the World, da Stiftung Buchkunst, mais 14 livros, também selecionados por unanimidade, "pela singularidade do design editorial nacional, dimensão exploratória, rigor da execução e multiplicidade de abordagens contemporâneas ao livro."

O Prémio Design do Livro foi criado pela DGLAB e visa promover o design e a qualidade da produção de livros portugueses.

Veja Também