Estudo, Conservação e Restauro do Andor de S. João Baptista em Beja

Saber | Património
  • Data

    03.04.19

O projeto de estudo e intervenção de conservação e restauro do Andor de S. João Baptista, proveniente do Museu Rainha D. Leonor em Beja, antigo Real Convento da Nossa Senhora da Conceição da Ordem de S. Francisco, foi desenvolvido no Laboratório José de Figueiredo, da DGPC.

Esta intervenção de conservação e restauro teve como objetivo contribuir para a sua preservação, assegurando a estabilidade física e química de todos os materiais, erestabelecendo o impacto visual, o brilho e a cor.

O Andor de S. João Baptista é um magnífico exemplar da ourivesaria religiosa do séc. XVIII, sendo que dada a complexidade da peça foi constituída uma equipa pluridisciplinar, que abarcasse todos os saberes referentes aos materiais existentes - a prata e prata dourada, a madeira e escultura policromada, o têxtil, os vidros e pedras preciosas.

Fonte: DGPC

Veja Também