​Restauros da CINEMATECA presentes em Festivais Internacionais

Saber | Cinema
  • Data

    14.09.18

"Lisboa, Crónica Anedótica" e "O Táxi Nº 9297" são os dois filmes do cinema mudo português que foram restaurados no laboratório da Cinemateca, ambos lançados recentemente em DVD, com acompanhamentos musicais ao piano, inéditos compostos e interpretados por Filipe Raposo, e que irão ser apresentados em outubro em dois conceituados festivais de cinema clássico.

Os filmes, alvo de restauro, serão apresentados, no mês de outubro, nos Festivais Giornate del Cinema Muto, também conhecido como Festival do Cinema Mudo de Pordenone, e no Lumière, Festival que se realiza em Lyon.

A primeira longa-metragem de Leitão de Barros (um filme extraordinário que combina influências estéticas e tradições artísticas tão diferentes como a reportagem jornalística, o teatro de revista, ou as vanguardas cinematográficas europeias) será exibida na secção Redescobertas e Restauros, ao lado de filmes de nomes como Ozu, Lubitsch ou Mauritz Stiller.

"O TÁXI N.º 9297", de Reinaldo Ferreira, é um documento singular sobre a sociedade e a cultura portuguesas nos anos 1920, através da dramatização de um caso que abalou o país e que Ferreira investigara em várias reportagens: o homicídio da atriz Maria Alves pelo seu empresário Augusto Gomes. 

"O TÁXI N.º 9297" será exibido na secção Tesouros e Curiosidades dos Arquivos do festival e constituirá, seguramente, uma das surpresas da programação do festival e a descoberta por um público internacional e especializado de uma verdadeira jóia do cinema português.

Fonte: Cinemateca Portuguesa - Museu do Cinema

Veja Também