"O Rei dos Belgas" vence Festival de Avanca

Saber | Cinema
  • Data

    31.07.18

O filme "O Rei dos Belgas", da dupla de realizadores Peter Brosens e Jessica Woodworth, venceu a 22.ª edição do festival de cinema de Avanca - Encontros Internacionais de Cinema, Televisão, Vídeo e Multimédia. 

“O Rei dos Belgas” arrebatou o Prémio Cinema para a Melhor Longa Metragem e o Prémio D. Quixote da FICC - Federação Internacional de Cineclubes. 

Foram ainda distinguidas com Menções Especiais as longas–metragens “Marias da Sé” de Filipe Martins (Portugal), “Ivan” de Janez Burger (Eslovénia) e “A Floresta” de Roman Zhigalov (Rússia).

O Prémio Melhor Atriz foi para Maruša Majer, que protagonizou “Ivan” e o Prémio Melhor Ator foi para Oleg Shibayev do filme “A Floresta”.

O Prémio Curta Metragem foi para “Terra Amarela” de Dinis M. Costa e a animação, “Playing House” de Özgül Gürbüz e Cenk Köksal da Turquia, foi distinguida com o Prémio Melhor Animação.

Foi distinguida a curta metragem “5 cigarrilhas” de Passos Zamith, o documentário “Casa Amarela” de Ana Luísa Lopes e o Prémio Estreia Mundial foi para “Pretu Funguli” de Costa Valente e Monica Musoni.

“Uma Vida Sublime” de Luís Diogo foi distinguido com o Prémio Melhor Longa Metragem.

O documentário “Intraterrestrial. A Fleeting Contact" de Alexander e Nicole Gratovsky (Espanha) venceu o Prémio Televisão.

A obra portuguesa “No Momento" de Rui Martins recebeu o Prémio Estreia Mundial Televisão.

“Cru” de Carlos Ruiz foi distinguida com uma Menção Honrosa.

O prémio vídeo foi atribuído a “Night Sea Journey” de Sara Stäuble (Suiça). 

O Prémio Cineasta Júnior, para realizadores até 30 anos, foi atribuído a “Impessoal” de Marianne Harlé, tendo ainda sido atribuída uma Menção Especial a “No Final da Linha” de Rita Morais.

A competição “Trailer in Motion” distinguiu o trailer “Por Detrás da Moeda” de Luís Moya (Portugal) e o videoclipe “La Más tierna” de Alberto Martinez Arpa (Espanha).

O Prémio Eng. Fernando Gonçalves Lavrador, em homenagem póstuma a um dos mais relevantes investigadores portugueses na área da semiótica, estética e teoria do cinema, distinguiu o investigador Jesús Ramé López da Universidad Rey Juan Carlos (Espanha) e atribuiu uma Menção Honrosa a Kristian Feigelson da Université de Paris (França).

No total, 9 júris constituídos por 37 individualidades de 11 países atribuíram 17 prémios e 8 menções especiais.

O AVANCA é uma organização do Cine-Clube de Avanca e do Município de Estarreja com o apoio do ICA/Ministério da Cultura, para além de várias organizações internacionais e entidades locais.

Veja Também