Portugal na 16ª Biennale Architettura

Saber | Exposições
  • Data

    28.05.18

Mais de 500 pessoas estiveram presentes na inauguração do projeto de Representação Oficial Portuguesa na 16ª Bienal de Arquitetura de Veneza. Public Without Rhetoric, de Nuno Brandão Costa e Sérgio Mah, apresenta no Palazzo Giustinian Lolin, sede da Fundação Ugo e Olga Levi, um percurso por doze edifícios públicos criados por arquitetos portugueses de várias gerações nos últimos dez anos.  Os artistas André Cepeda, Catarina Mourão, Nuno Cera e Salomé Lamas foram convidados a criar filmes sobre os edifícios selecionados, que serão exibidos naquele espaço.

Os 12 edifícios de arquitetos portugueses incluídos na exposição dividem-se pelo país e pelo estrangeiro, nomeadamente nos Açores, Lisboa, Porto, Montemor-O-Novo, Setúbal, Tours (França) e Nápoles (Itália).

A inauguração de Public Without Rhetoric, que decorreu no passado dia 24 de maio pelas 17:00, contou com a presença do secretário de Estado da Cultura, Miguel Honrado, da diretora-geral das Artes, Sílvia Belo Câmara, e dos curadores, arquitetos e artistas participantes. Arquitetos, artistas, figuras políticas e estudantes complementaram este momento, num total de xxx visitantes no evento inaugural da exposição portuguesa.

A 16.ª Exposição Internacional de Arquitetura da Bienal de Veneza estará patente ao público até dia 25 de novembro de 2018 em vários espaços da cidade.

Saber mais: site DGArtes

Veja Também