Prémio Camões entregue a Manuel Alegre

Saber | Cinema
  • Data

    02.02.18

O Prémio Camões foi entregue no dia 2 de fevereiro a Manuel Alegre, no Palácio Nacional da Ajuda, pelo Primeiro-Ministro, Ministro da Cultura e Embaixador do Brasil em Lisboa, na presença de diversas personalidades da área da cultura e da política.

O júri que decidiu atribuir o Prémio em 2017 fundamentou a sua decisão com “a obra poética, iniciada em 1965, a obra ficcional, consistente e coerente, e ainda a obra de reflexão ensaística, não podendo dispensar a referência à cidadania, que Manuel Alegre exerceu e exerce de modo coeso e exemplar, sendo uma referência no plano cívico e encarnando a imagem pública do poeta empenhado na defesa de um humanismo trans-histórico”.

Manuel Alegre nasceu em Águeda em 1936 e tem uma vasta obra literária, reconhecida nacional e internacionalmente, em que se destacam a Praça da Canção, O Canto das Armas, Jornadas de África, Alma, Nova do Achamento, Atlântico, Babilónia, Com que Pena: Vinte Sonetos para Camões, Sonetos do Obscuro quê, Senhora das Tempestades, Livro do Português Errante ou Bairro Ocidental.

Mais informações sobre a cerimónia no Portal do Governo.

 

Veja Também