CNANS recebe instalação artística de Bordalo II

Saber | Artes
  • Data

    18.01.22

O Centro de Nacional de Arqueologia Náutica e Subaquática (CNANS), em Xabregas, foi escolhido para acolher em permanência a instalação artística “Lighted Jelly Fish”, do artista Artur Bordalo, conhecido por Bordalo II.

Esta obra, que aborda o tema da poluição dos oceanos, esteve patente, até junho de 2021, no Edifício Europa, em Bruxelas, no âmbito do Programa Cultural da Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia.

Correspondendo a uma encomenda do governo português, integra a Coleção de Arte Contemporânea do Estado (CACE).

Enquadrada na série “Big Trash Animals”, em que o artista propõe um olhar crítico sobre os hábitos consumistas, a obra “Lighted Jelly Fish” pretende alertar para a urgência de uma consciência ambiental, ao colocar em evidência flagelos como a produção de lixo, o desperdício e a poluição, que afetam os oceanos e ameaçam o planeta.

Recorde-se que a valorização do património cultural europeu, assim como a conservação e recuperação dos ecossistemas marinhos rumo a uma Europa verde foram temas especialmente importantes para a Presidência Portuguesa, exercida ao longo do primeiro semestre de 2021.

Fonte: DGPC

Veja Também