Guarda

Sé da Guarda

Monumentos | Património

A actual Sé da Guarda recua aos finais do século XIV. O último monarca da primeira dinastia não consumou a promessa de iniciar as obras de novo templo, facto que apenas aconteceu já no reinado de D. João I, por iniciativa do bispo D. Vasco de Lamego, partidário da causa de Avis nos anos da crise dinástica. As obras, contudo, haveriam de se revelar bastante lentas, Século e meio de estaleiro activo fizeram da Sé da Guarda um dos mais interessantes monumentos tardo-góticos nacionais, em que a sucessão de opções estéticas está bem presente. Na actualidade, consideram-se dois grandes momentos artísticos da construção: um primeiro, gótico, na influência do Mosteiro da Batalha, e um segundo, já manuelino, longinquamente relacionado com a arte de Boytac.

Durante a segunda metade do século XV as obras terão decorrido com enorme lentidão e só no episcopado de D. Pedro Gavião (1504-1517) se verificou o impulso que conduziu à conclusão do edifício. Data deste período as naves, o abobadamento de todo o edifício e a realização do portal principal, este último com claras afinidades com o portal da capela da Universidade de Coimbra, realizado por Marcos Pires.

Já do período de finalização das obras, no reinado de D. João III, datam duas das mais importantes obras do interior do edifício. Uma é a capela dos Pina, mandada edificar por João de Pina, tesoureiro da Catedral, que aqui se fez sepultar em túmulo com jacente. A outra obra maior é o catequético retábulo-mor, em pedra de ançã, executado por João de Ruão na década de 50, obra que revela já a abertura ao Maneirismo que caracterizará o trabalho deste escultor a partir daí.

A história da Catedral ficou ainda marcada por um outro período, bem mais recente: a viragem para o século XX. Em 1898, reunidas as condições económicas para se efectuar o restauro do edifício, coube ao arquitecto Rosendo Carvalheira conduzir as obras, executando, aqui, um dos mais importantes projectos revivalistas do país.

Fonte: DGPC

Guarda

Ver direções

Como chegar

Praça Luís de Camões 
6300-725 Guarda

Horário

Verão (Junho / Setembro): 10h00 – 13h30 / 15h00 – 18h30;
Inverno (Outubro / Maio): 9h00 - 12h30 / 14h00 – 17h30

Contacto
Telefone: (+351) 271 212 993

Veja Também