Lisboa | De 31.03.23 a 31.03.23

Concerto Coral-Sinfónico | TNSC

Concertos | Ópera
@TNSC

A produção camoniana foi inesgotável fonte de inspiração para Vianna da Motta. A cantata Invocação do Poema de Luís de Camões «Os Lusíadas», para coro e orquestra, é um exemplo entre vários e surgiu em 1915. O compositor explicitou que nela figurou a massa coral «como sendo a Nação», acrescentando que «a arquitetura da obra corresponde à construção gramatical do poema».

Prosseguir-se-á com a estreia absoluta da nova obra vencedora do Prémio ABC… Compositores! de 2022, uma iniciativa do OPART/TNSC, que premiou nesta sua segunda edição o jovem compositor Bruno Vicente.

A Sinfonia n.º 4 de Tchaikovski, estreada em Moscovo em 1878, cujo caráter profundamente russo foi imediatamente reconhecido, continua a ser uma das mais executadas sinfonias dos finais do século XIX. O compositor conseguiu com ela um apaixonante cruzamento entre a arquitetura da sinfonia clássica e a essência «literária e poética» do poema-sinfónico na tradição lisztiana.

Fonte: TNSC

Ver direções

Veja Também