Lisboa | De 24.11.22 a 28.01.23

Pedro da Silveira. Centenário 1922-2003

Exposições | Arquivos

Pedro Laureano Mendonça da Silveira foi representante-delegado de laboratórios farmacêuticos ingleses e americanos; colaborador de vários jornais e revistas, consultor de várias editoras, editor literário, prefaciador, tradutor, e, desde o final da década de 70, funcionário da Biblioteca Nacional.

Em 1978, Pedro da Silveira passa para o «lado de dentro» da instituição. Com efeito, integrou como vogal, desde esse ano e até 1980, a Comissão de Gestão e Reestruturação, tendo, em 19 de janeiro de 1981, tomado posse como Diretor de Serviços de Investigação e Atividades Culturais, em comissão de serviço, cargo que desempenhou até à sua aposentação, em 1992. Das dezenas de catálogos que ajudou a produzir, durante este período, destaca-se Cesário Verde, 1855-1886, comemorativo do centenário da morte do poeta, editado em 1986.

Em carta de 27 de abril de 1992, Eugénio Lisboa afirma que Pedro da Silveira «muito mais do que merecer ‘ser estudado' merece ser lido». Se boa parte da sua bibliografia reflete sobre a obra alheia, esta exposição visa contribuir para que seja ele próprio, e a sua obra, objeto de estudo.

Fonte: BNP

Ver direções

Veja Também