Lisboa, Cascais | De 24.11.22 a 14.12.22

48º FESTIVAL ESTORIL LISBOA

Festival | Música

O 48º Festival Estoril Lisboa fará a estreia absoluta de Encontro Improvável, obra encomendada a João Godinho, na qual se ficciona o encontro entre D. Manuel I e Juan Sebastián Elcano, uma vez concluída a viagem de circum-navegação da Terra iniciada por Fernão de Magalhães. 

É neste quadro que concluímos a comemoração de um ciclo épico que, à luz da história e da tecnologia, nada deve as viagens espaciais de hoje. Mas, outras já se avizinham e ao seu tempo serão conhecidas. Entretanto, o programa do festival comemora, também, os 60 Anos dos Cursos Internacionais de Música do Estoril, de tão ampla e profícua relevância no desenvolvimento artístico da música em Portugal, tendo como imagem o desenho dos cursos criados em 1962.  

O festival foi fundado em 1975 no seio da então Junta de Turismo da Costa do Sol com o nome Festival de Música da Costa do Sol, sob proposta do guitarrista Piñeiro Nagy e o aval do compositor Fernando Lopes-Graça, do musicólogo João de Freitas Branco e da pianista Helena de Sá e Costa.

O contributo do festival à difusão de novos valores e de criações recentes, tem-se manifestado através de mais de trezentas obras apresentadas pela primeira vez em Portugal, muitas das quais em estreias mundiais.

Fonte: Associação Internacional de Música da Costa do Estoril

Ver direções

Veja Também