Lisboa | De 29.07.20 a 15.08.20

REI JOÃO, de W.Shakespeare nas Ruínas do Carmo

Artes Performativas | Teatro

REI JOÃO de William Shakespeare nunca foi, ao que se sabe, encenado em Portugal. Mantendo a tradição, o Teatro do Bairro sai do seu espaço natural para levar à cena entre 29 de Julho e 15 de Agosto a sua mais recente criação no magnífico espaço ao ar livre das Ruínas do Museu do Carmo. A encenação é de António Pires que, a partir da versão para palco de Luísa Costa Gomes (que originalmente traduziu em verso branco o texto do dramaturgo), dirige o elenco constituído pelos actores Alexandra Sargento, Carolina Campanela, Dinarte Branco, Duarte Guimarães, Francisco Tavares, Gonçalo Norton, João Barbosa, Luís Lima Barreto, Maria João Freitas, Mário Sousa, Rafael Fonseca e Sofia Marques.
Sendo uma peça histórica vagamente baseada em factos, trata do processo de legitimação de João Sem Terra, e propõe uma bela paródia dos corredores e bastidores do poder, regidos pelo único valor do Proveito Próprio. É a “peça obscura: não-lida, não-representada, mal-amada” de Shakespeare que ressoa agudamente no nosso tempo do marquetingue de influência, do marquetingue político, do marquetingue pessoal em que tudo é "Commodity", comodificação de tudo em "recurso" ou "produto" com valor de mercado.

Fonte: Museu Arqueológico do Carmo 

Ver direções

Veja Também