Porto | De 29.10.21 a 30.10.21

Cordyceps

Teatro | Teatro
  • Onde

    Teatro Carlos Alberto

  • Preço

    Sob consulta

  • Informações

    Saber mais: Cordyceps

A memória e a democracia são assuntos que têm movido os criadores Eduardo Molina, João Pedro Leal e Marco Mendonça. Depois de Parlamento Elefante, em Cordyceps partem de uma ideia de fim. Estamos no último dia da democracia e este é o último espetáculo a ser visto em liberdade. O agente provocador é o cordyceps, um fungo tão real como o vírus que nos assola por estes dias. Este endoparasita – que na natureza infeta os insetos e os transforma numa espécie de zombies – passa a contaminar os humanos, tolhendo-lhes a vontade e o livre-arbítrio, tornando-os presas fáceis de mentiras e conspirações. Estamos já todos infetados? O que virá depois do esboroar da democracia? A maleabilidade da memória, a manipulação e os universos paralelos colocam-nos nessa linha fina entre a verdade e a mentira, no dia a dia e no teatro, ou não fossem os autores de Cordyceps os seus conspiradores supremos. Nesta distopia, arquitetada antes da pandemia, o coletivo devolve-nos um retrato, distorcido mas verdadeiro, do tempo que vivemos.

Fonte: TNSJ

Ver direções

Veja Também