Coimbra | De 25.09.20 a 31.03.21

Exposição de Cerâmica BRANCO NO BARRO

Exposições | Arqueologia
@HugoBarreto
  • Onde

    Mosteiro de Santa a Clara a Velha

  • Preço

    Sob consulta

  • Informações

    Saber mais: DRCC

As religiosas de Santa Clara de Coimbra, provindo das mais ilustres famílias, traziam os usos, os hábitos requintados e os vícios da aristocracia da época. Ignorando as severas restrições impostas pela Regra austera, faziam-se acompanhar de objetos que evidenciavam não só o seu estatuto familiar, como também, testemunhavam práticas, modas e aspetos do quotidiano extra muros.

Os milhares de fragmentos cerâmicos recolhidos durante as escavações arqueológicas, realizadas no Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, são prova do prestígio e riqueza da comunidade que o habitou ao longo de mais de três séculos. Entre os exemplares resgatados, datáveis dos séculos XVI e XVII, destaca-se a coleção de cerâmica vermelha fina pintada a engobe branco composta por 19.134 fragmentos e peças inteiras.

Apesar das grosseiras características técnicas que apresentam, a gramática decorativa do espólio do Mosteiro é bastante variada. Regra geral, estes objetos encontram-se cobertos por uma fina camada de engobe, sobre a qual eram desenhados a pincel os motivos a branco. As peças exibem composições geométricas (pontos, linhas retas, linhas onduladas, reticulados), iconográficas (flores) ou apresentam uma mistura dos dois tipos de elementos.

A exposição Branco no Barro aborda uma perspetiva multidisciplinar, recorrendo a várias áreas do conhecimento, nomeadamente a antropologia cultural, a arqueologia e a história.

Ver direções

Veja Também